Notícia
Conheça o  fusca elétrico da Volkswagem.
Conheça o fusca elétrico da Volkswagem.
24/04/2020 às 12:00

Junto com sua parceira eClassics, o grupo Volkswagen transformou o lendário modelo refrigerado a ar em elétrico. O e-Fusca pode contar com uma autonomia de até 200km, segundo a marca.



A carroceria que passou pela conversão é parecida com a dos modelos do Fusca dos anos 70 no Brasil.

 

A aparência do automóvel é antiga, mas os componentes utilizados para a conversão são os mesmo do e-Up.

 

Assim como no e-UP!, o e-Fusca vai contar com motor elétrico e câmbio da Kassel, e baterias da Brunswick.

 

O modelo tradicional perdeu o motor refrigerado a ar e o câmbio de quatro marchas. Porém, para receber todo o conjunto de baterias, o novo modelo ficou mais parrudo com as novas estruturas no chassi.




Segundo a VW, a bateria presente nos veículos terá uma capacidade total de 36,4 kWh, sendo suficiente para o fusca rodar 200 quilômetros sem precisar recarregar. Além disso, o veículo terá o equivalente a 82 cv de potência, indo de 0 a 80 km/h em pouco mais de oito segundos e podendo chegar a 150 km/h.

 

O grupo VW anunciou três formas para adquirir o modelo: A primeira é comprando um kit básico com baterias, freios, suspensão, transmissão, assoalho e motor por cerca de R$ 180 mil, cabendo ao comprador fornecer sua própria carroceria de fusca para a conversão, bem como fazer a instalação das peças.


A segunda opção é um pacote com a plataforma mais um chassi, mas sem nenhum acabamento ou equipamento opcional, por cerca de R$ 224 mil. Mas quem quiser um veículo completo, poderá desembolsar cerca de R$ 450 mil, incluindo faróis de LED, bancos de couro e central multimídia.



 Carregador da bateria fica sob a lanterna traseira direita


A Volkswagen diz que o veículo é compatível com sistema de carregamento rápido. Desta forma, em uma hora é possível obter carga suficiente para percorrer mais 150 km.




Gostou do conteúdo? Siga a gente no Facebook e Instagram e fique por dentro de tudo!

Fonte: Quatro Rodas | Olhar Digital